O filho de minha prima 
está psiquicamente doente.

Ao Centro Redentor

Freqüento as Sessões Públicas do Centro Redentor, com amor e dedicação, e vejo que a Doutrina é ciência, onde realmente esclarecemos a nossa consciência e aproveitamos o bastante para o decorrer dos nossos dias. Quando entro na Filial do Centro Redentor, fico compenetrada, com a máxima concentração, esquecendo, naqueles momentos, de tudo o que se passou durante o dia.

Tenho lido vários livros, entre os quais A vida fora da matéria e Racionalismo Cristão.

A carta que neste momento escrevo é sobre uma prima. Ela tem um filho que há muitos anos se encontra doente. O rapaz tem-se tratado com vários médicos e ingerido muitos medicamentos. Segundo ela me expôs, dizem-lhe que o rapaz sofre dos nervos. Pela leitura dos livros da Doutrina, percebo que deve estar psiquicamente doente, pois a mãe contou-me o seguinte:

Tudo começou quando o marido se encontrava na praia com esse filho. De repente o menino caiu ao chão, espumando pela boca, com os olhos esbugalhados. Dias mais tarde, estando a dormir, levantou-se aflito, dizendo à mãe que queriam matá-lo. Quando o rapaz teve a primeira crise, contava quatorze anos. Já completou vinte e dois e continuam os seus sofrimentos. Suas pernas enfraqueceram e não quer andar. O corpo está arqueando devido à sua debilidade.

A mãe nada conhece da Doutrina Racionalista Cristã. Entretanto, já recomendei concentrar-se e irradiar pelo filho, para que os espíritos maus que o atormentam sejam arrebatados.

A resposta a esta carta pode vir por meu intermédio. Esperando que os espíritos de luz irradiem esses infelizes que ainda não se esclareceram, e que muito precisam, subscrevo-me atenciosamente.

 

As leis da vida não são feitas para atender conveniêcias particulares

Prezada Senhora,

Lemos, atentamente, sua carta de ...

A doença do rapaz a que faz referência é psíquica, produzida por ação do astral inferior, que os seres humanos atraem com seus vícios e pensamentos de fraqueza.

As figuras que lhe têm aparecido, para assustá-lo, perturbá-lo e levá-lo à desencarnação prematura, são engendradas por espíritos obsessores.

Num meio em que só se pensa em doenças, em que todos se lamuriam, formando correntes de pensamento para o astral inferior, como pretender que o Astral Superior esteja presente?

Somente atitudes valorosas e pensamentos elevados criam a atmosfera espiritual que propicia a atração do Astral Superior. As leis da vida não são feitas para atender às conveniências particulares deste ou daquele, mas para impulsionar o progresso de todas as partículas da Inteligência Universal.

Quem se apega ao ranço das místicas religiosas e vive fora do tempo, apesar de estarmos no século vinte, que nos trouxe tantas e tão valiosas conquistas científicas, dilatando os horizontes do conhecimento humano, não pode acompanhar aqueles que se decidiram a tomar o caminho que os levou ao entendimento racional do que somos e estamos fazendo neste mundo.

Sua prima precisa esclarecer-se, através do estudo das obras editadas pelo Centro Redentor, para conhecer o porquê dos ataques de que o filho está sendo vítima, e saber o que deve fazer para livrá-lo da obsessão.

Esse moço deveria ser levado às Sessões Públicas em uma das nossas filiais, a de ..., para passar pela limpeza psíquica e normalizar-se.

No lar, a limpeza psíquica também deve ser feita, regularmente, não se pensando em doenças nem em espíritos e avassalamentos.

Fraternais saudações,

Pelo Centro Redentor.

 

De "Psiquicamente doente" para a página desta seção

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved