Leitura do mês de
maio de 2012

O prazer de servir

O Racionalismo Cristão nunca se impôs de maneira obsessiva ou obrigatória. Recebemos os que comparecem às casas racionalistas cristãs como pessoas que precisam de esclarecimento e procuram momentos para elevar o espírito: umas, pela vida desequilibrada que levam; outras, pela desilusão, pelo desengano e sofrimento por que passam ou passaram. Todos recebemos com a mesma consideração e o mesmo respeito, porque a presença em nossas Casas, seja por curiosidade, seja por necessidade, é sempre motivo de grande consideração.

Nas casas racionalistas cristãs não se catequiza ninguém: esclarecemos, apontamos erros, indicamos o caminho mais certo e seguro para o ser humano chegar ao final da existência tendo o senso de que não foi em vão a estada do espírito no planeta Terra. Os espíritos que neste mundo se encontram encarnados constituem-se transitoriamente num composto de Princípio Inteligente e Matéria – o corpo físico. O corpo físico não se movimenta sozinho. É movimentado por uma parcela da Inteligência Universal, o próprio espírito. Essa parcela, quando decide encarnar, o faz para processar a sua evolução, e por isso não deseja perder a encarnação, porque sabe o quanto ela é importante.

É de profunda filosofia o que o Racionalismo Cristão ensina. Aos que se sentem desorientados, procuramos suavizar a mente e inspirar confiança em si mesmos. Aos que se sentem realizados e felizes, procuramos garantir essa felicidade, mostrando os meios de que devem servir-se para conservá-la, e tornarem-se cada vez mais realizados.

É essa a finalidade da Doutrina. Em nossas Casas apresentam-se assistentes completamente obsedados, e todos, frequentando com assiduidade as reuniões públicas de limpeza psíquica e esclarecimento espiritual, desanuviam a mente, afastam a má assistência astral que os perturba e passam a ter equilíbrio, a ter uma vida normal, sem nervosismo, sem anomalias psíquicas.

Portanto, é motivo de alegria quando constatamos a boa conduta de pessoas que chegaram ao Racionalismo Cristão completamente desorientadas, em busca de solução para seus problemas, e a encontraram: vivem com equilíbrio e disciplina, têm tranquilidade espiritual, a maior felicidade que o ser humano pode conquistar. Não há nada mais agradável do que a pessoa deitar a cabeça no travesseiro e, ao examinar o que fez durante o dia, sentir a consciência tranquila. E, se porventura alguma falta cometeu, no exame de consciência encontra a razão para esse erro e procura corrigir-se.

O Racionalismo Cristão tem esclarecido muita gente que anda por aí à cata de explicações para os fatos transcendentais da vida. Encontra em sua doutrina filosófica a realidade sobre a vida fora da matéria, a noção de honradez e honestidade, o bem-estar espiritual. É por isso que trabalhamos sempre pelo esclarecimento, porque somente um espírito esclarecido poderá evitar os males, sem se deixar perturbar.

Aproveitem, pois, os nossos ensinamentos, esclareçam-se, porque só se beneficiarão.

Luiz de Mattos
Codificador do Racionalismo Cristão



Estudem, aproveitem o tempo

Quando o ser resolve estudar, analisando e ponderando sobre o que faz, as ideias absurdas desaparecem da mente, para dar lugar a conceitos coerentes que o tornam mais seguro no viver terreno. Por isso, o estudo é recomendado. Sempre aconselhamos aos que frequentam as casas racionalistas cristãs o estudo do Racionalismo Cristão. Costuma-se dizer que o saber não ocupa lugar, e assim é. Quanto mais estudarem, maior vontade terão de aprender.

Quanto tempo sobra durante um dia para que o aproveitem, definindo pelo estudo sua estrutura moral e espiritual! Porém, observamos que muitas pessoas se entregam às coisas banais, perdem tempo com assuntos que desfavorecem a espiritualidade. Meditem e chegarão à conclusão de que estas afirmações muito lhes irão servir. Não passem o tempo com futilidades, com assuntos que prejudicam e enfraquecem o espírito. Elevem o pensamento, para que possam captar as intuições que estão no espaço superior e, realmente, devem ser utilizadas em todos os momentos. Temos certeza de que as falhas do passado irão desaparecer aos poucos, e os problemas da vida serão solucionados, pois não há efeito sem causa.

Tornando-se espiritualmente esclarecidos, irão compenetrar-se cada vez mais de que a vida merece atenção. Estamos certos de que o comparecimento às nossas Casas tem trazido satisfações imensas aos assistentes das reuniões públicas, mas é na vida fora delas, no viver de todos os dias, que devem pôr em prática as lições recebidas. Os que assim não fazem perdem tempo. Num futuro próximo, ou longínquo, irão encontrar novas oportunidades, mas o bom senso diz que aproveitem hoje, e não amanhã, o que recomendamos.

Não deixem passar o tempo em brancas nuvens, como se costuma dizer. Procurem pensar com elevação, amando e respeitando o próximo, tendo ideias próprias e convicções corretas. Muitos se admiram que as pessoas com a mediunidade da vidência descrevam como resplandecente a aura de alguns seres. Isso é prova de boa assistência astral. Não estão bem assistidos os que se preocupam com a vida alheia, ou com assuntos inconvenientes e fúteis. Então, para que haja resplendor no campo áurico, devem estar em condições de receber nossas intuições.

Procurem, portanto, através do estudo da doutrina racionalista cristã, normalizar suas vidas, que somente a si próprios diz respeito. Aqueles que pensam bem, cada vez mais e melhor atraem o bem, têm saúde e bem-estar, conquistam a felicidade que tanto querem.

Nós outra coisa não desejamos, a não ser o progresso espiritual dos que estão neste mundo.

Antonio Cottas
Consolidador do Racionalismo Cristão

 

De "leitura do mês" para a página desta seção

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved