gazeta2.jpg (8041 bytes)

BOLETIM INFORMATIVO

EDIÇÃO N. 194

EDITORIAL.

EM BUSCA DE NOVOS CAMINHOS...

"Para ir-se ao encontro de uma nova era ter-se-á de preparar a bagagem adequada para esse encontro".

Luiz de Souza.

O grande espiritualista Luiz de Souza enfocou com muita sabedoria e inteligência que para vivenciarmos uma Nova Era, precisamos fazer uma remodelação profunda em nossas vidas. Repelir de todos os meios e modos "o convite ao comodismo", porque uma criatura acomodada acarreta grandes males para si e para o meio onde vive.

Luiz de Souza nos incentiva a ter o espírito de renúncia, procedimento correto e cumprir nossos deveres. Recomenda também o indispensável bom uso do livre arbítrio, o poder atuante do pensamento.

O pensamento se apresenta à visão astral, ou deformado e impreciso ou bem delineado e nítido, consoante a capacidade de concentração do agente.

Com essa afirmativa concluímos que devemos dar a atenção que merece à ordenação dos pensamentos, de uma forma eficiente no sentido de educá-los, para a conquista de melhores resultados. Para isso, torna-se necessário concentrar-se nas atividades que deliberamos executar, afastando da mente pensamentos de dúvidas e vacilações.

Além do poder do pensamento voltado para o bem, devemos incluir em nossa "bagagem", a disciplina, mental e física. Assumir nossa posição como membro da família humana, sendo um elemento cooperativista. Exercer um trabalho honrado, nas diversas esferas de ação. Aprimorar nossos atributos espirituais para melhor atuação junto às correntes do Astral Superior.

Quando conquistamos uma fortaleza espiritual, é o resultado de um treinamento, a que todos estão obrigados a fazer, se quiserem revigorar as qualidades espirituais.

Temos deveres intransferíveis a serem realizados, nem sempre esses deveres são agradáveis de se cumprir. Podem ser desgastantes, difíceis e que exigem uma dose forte de sacrifícios e resignação.

Precisamos, como afirma Luiz de Souza, aceitar a nossa condição sem revolta, sem protesto, sem lamúrias, muito embora, se esforce para melhorar a situação. Mas se a mudança retardar ou não se fizer tão completa como desejada, não seja isto motivo para desânimo e nem atribuir a terceiros a causa dos nossos sofrimentos. Esses terceiros podem ser instrumentos, mas não a causa.

Para tudo suportar precisamos de equilíbrio. Saber pensar, livre das influencias do astral inferior. Porque os bem intencionados, aqueles que se esforçam por contribuir com humildade, buscando sempre o bem geral dos seres contam com a boa assistência astral.

Por isso temos que ter convicção de que estamos no caminho certo. Essa convicção marca o rumo que nos dá decisão que nos orienta sem perda de tempo.

O resultado de um trabalho consciente nos leva paulatinamente, rumo a novos caminhos, novas conquistas, promovendo o progresso da Doutrina, tanto a parte espiritual como material.

São Casas Racionalistas que se abrem, novos amigos freqüentadores que vão chegando, novas inscrições no quadro de militantes do Racionalismo Cristão, novas obras sendo editadas pela doutrina, enfim a proposta de expansão liderada pelo nosso Presidente Internacional e Perpétuo Dr. Humberto Machado Rodrigues e incentivada pela nossa Interventora Sr.a Lucy Gonçalves da Costa, está sendo acatada pela Família Racionalista Cristã do Estão do Rio de Janeiro.

ASSOCIAÇÃO CULTURAL  MARIA DA CONCEIÇÃO IZABEL.

HOMENAGEM.

Maria da Conceição Izabel nasceu no dia 16 de abril de 1901, portanto se ainda estivesse entre nós estaria completando 100 anos.

Esse acróstico foi feito pelo seu dileto filho Francisco Izabel em 16 / 04 / 1995.

Mãe inesquecível.
A legre, otimista.
R acionalista autentica.
I nstruída e amável.
A miga e idealista.

D edicada no que fazia.
A ltruísta nos seus atos.

C ompanheira competente.
O rientadora inata.
N atural no seu viver.
C orajosa e valente.
E sclarecida – exigente.
I nspirava anima-
Ç ão; mas serena nas atitudes.
A guardava ocasiões para marcar
O nipresença nas suas obrigações.

Reabertura da Associação.

No dia 03 de marco de 2001, reunimos um grupo de companheiras, para planejar as atividades e dividir os grupos de trabalho. As ausentes deixaram seus nomes, antecipadamente, no grupo que irão colaborar.

A diretora Maria da Graça Pessanha Izabel abriu a reunião lendo o texto:

"SOBRE GANSOS E EQUIPES".

Quando você vê gansos voando em formação "V", pode ficar curioso quanto às razões pelas quais eles escolhem voar dessa forma. A seguir, algumas descobertas feitas pelos cientistas:

Fato.

1 – À medida que cada ave bate suas asas, ela cria uma sustentação para as aves seguintes. Voando em formação "V", o grupo inteiro consegue voar pelo menos 71% a mais do que se cada aves voasse isoladamente.

2 – Sempre que um ganso sai fora de formação, ele repentinamente sente a resistência e o arrasto de tentar voar só e, de imediato, retorna à formação para tirar vantagem do poder de sustentação da ave à sua frente.

3 – Quando o ganso líder se cansa, ele reveza, indo para a traseira do "V", enquanto um outro assume a ponta.

4 – Os gansos de trás grasnam para encorajar os da frente a manterem o ritmo e a velocidade.

5 – Quando um ganso adoece ou se fere e deixa o grupo, dois outros gansos saem da formação e a segura, para ajudar e proteger. Eles o acompanham ate a solução do problema e, então reiniciam a jornada os três ou juntam-se a outra formação, até encontrar seu grupo original.

Verdade:

1 – Pessoas que compartilham uma direção comum e um senso de equipe chega ao seu destino mais depressa e facilmente por que elas se apóiam na confiança uma das outras.

2 – Existe força, poder e segurança em grupo quando se viaja na mesma direção com pessoas que compartilham um objetivo comum.

3 – É vantajoso o revezamento quando se necessita fazer um trabalho árduo.

4 – Todos necessitam ser reforçados com apoio ativo e encorajamento dos companheiros.

5 – A solidariedade nas dificuldades é imprescindível em qualquer situação.

A importância do sentido de equipe nas nossas atividades na associação merece uma reflexão...

Em seguida a professora Maria Abigail dirigiu a reunião organizando os grupos e ouvindo sugestões no que se refere ao desenvolvimento dos projetos, fazendo as devidas reformulações.

Após a reunião, permanecemos nas dependências da associação saboreando deliciosos salgadinhos oferecidos pelas companheiras Adilça e Adeilsa, acompanhados de refrigerantes.

Conversamos, trocamos idéias num clima de união, amizade e respeito.

Boas vindas!!!

"Projeto, leitura e escrita para todos".

Realizamos no dia 17 de março, uma interessante e proveitosa reunião. As nossas abnegadas companheiras se propuseram a colaborar nesse projeto, com muito amor, desprendimento e dedicação.

Sentimo-nos emocionados e gratificados com o desempenho, aproveitamento e crescimento do grupo de estudantes.

Vale lembrar nesse momento a semente deixada pela saudosa Iracema Maria Izabel Pedra, que em vida física iniciou esse projeto, colocando em prática a sugestão da sua inesquecível mãe, Maria Izabel, que sempre desejava ensinar as companheiras ( os ) que não tiveram oportunidade de ler e escrever quando ainda eram jovens. "Nunca é tarde para aprender", "dizia ela. Eis aí uma grande verdade !!!

"Viver sempre com alegria’".
(Otimismo em gota, Artur da Távola).

Procure ser útil. Existem inúmeras ocasiões durante o dia para prestar a sua colaboração...
Um simples olhar de simpatia, uma simples palavra de consolo, de estímulo, fazem reerguer uma vontade desfalecida...
Não importa que a ação praticada pareça insignificante.
Por menor que seja a semente lançada a terra, sendo de boa qualidade, brotará; pois, o que é bom, nunca se perde.
Esteja sempre pronta a entender e a estender a mão àquele que cai, estimulando-o a se levantar, a seguir novamente o seu caminho.
Encoraje os que desfalecem e se deixam vencer sem amor e sem esperança.
Distribua, em todas as horas do dia, gestos delicados, palavras amáveis, sorrisos carinhosos, boas ações...
Estas atitudes de aparecia simples, realizam muitas vezes, verdadeiras mudanças.
O bom humor prolonga a vida e ajuda a resolver todas as dificuldades!

Conclusões:

Devemos encarar os acontecimentos com amor e felicidade, levantar-se e ter a certeza de que terá um bom dia, sendo cordial e o mais natural possível.

Reunião de 07 / 04 / 01:

O grupo ficou satisfeito com a presença do Dr. Ricardo, que depois do atendimento ao público, ainda ficou um pouco e deu sua opinião sobre o texto – O Verdadeiro Amigo, que segue abaixo:

O que é um verdadeiro amigo?

"- Meu amigo não voltou do campo de batalha, senhor; solicito permissão para ir buscá-lo", disse um soldado a seu tenente.

Feridas

Quando decidimos
Agir, alguns excessos acontecem.
Diz um ditado: para fazer a omelete é preciso,
Primeiro quebrar o ovo.
Quando decidimos agir, é natural que surjam.
Conflitos inesperados.
É natural que surjam feridas
No meio destes conflitos. As feridas passam:
Permanecem apenas as cicatrizes. Isto é uma felicidade.
Estas cicatrizes ficam conosco o resto da vida e vão nos ajudar muito

Na verdade todos concluíram que a amizade é importante, tanto nos momentos tristes, como nos alegres.

O Sr., Joaquim ilustrou uma passagem, em que dois compadres saíram para caçar, depois que acabaram as munições, eles avistaram um Urso, e começaram a correr, um deles subiu na arvore e o outro se fingiu de morto no chão e o urso o cheirou e saiu. O compadre da arvore aos risos perguntou: compadre o que o urso falava a seu ouvido. – ele disse: mais vale um urso amigo, do que um amigo urso.

Em seguida analisamos o texto – Feridas.

Conclusões: as feridas passam e as cicatrizes ficam para nos revigorar. É o chamado: "levante, sacode a poeira e dá volta por cima".

Após a reunião, continuamos nas dependências da Associação saboreando um pequeno lanche e conversando num clima de amizade e companheirismo.

BIBLIOTECA MARIA COTTAS

Adilça Martins de Almeida.

A Biblioteca Maria Cottas foi inaugurada em janeiro de 1980, na profícua gestão Presidencial de Francisco Izabel, tendo como Diretor Bibliotecário o Sr. Moysés Ribeiro, atualmente Diretor da Casa Chefe.

A saudosa Iracema Maria Izabel Pedra, teve uma atuação marcante na Biblioteca e Boletim Informativo, com a transferência do Sr. Moysés para a Casa Chefe.

Quando se abre um espaço para leitura e estudo das Obras do Racionalismo Cristão, é o mesmo que abrir uma estrada clara, larga e reta no longo percurso da vida terrena.

É isso que o Racionalismo Cristão se propõe, esclarecer às criaturas no que se refere à arte de saber viver. E se porventura encontrar um obstáculo, superá-lo com conhecimento de causa, com coragem e determinação.

Estamos iniciando o ano 2001, com a mesma proposta dos nossos antecessores. Clarear a mente dos nossos leitores, aumentar os seus conhecimentos, através da rica literatura oferecida pelo Racionalismo Cristão.

De janeiro a abril consultaram as obras 418 leitores na Biblioteca Maria Cottas. E 136 para empréstimos.

P E N S E :

"Se todos os Racionalistas Cristãos tivessem a convicção da dimensão dos ensinamentos da Doutrina, não haveria desentendimento e nem luta por ocupação de cargos e funções no seu âmbito".

Sr.a Lucy Gonçalves da Costa.
Em Sessão Pública de 02 / 06 / 99.

UMA CANÇÃO: IMAGINE.

IMAGINAR QUE O MUNDO
POSSA VIVER EM PAZ
NÃO HÁ INFERNO, NÃO HÁ CÉU!
É SÓ TENTAR IMAGINAR
SOMENTE O FIRMAMANETO.
FEITO APENAS PRA SONHAR.

PESSOAS SEM FRONTEIRAS
VIVENDO PRA VIIVER
NENHUMA DOR NEM GUERRAS
NADA, PORQUE MORRER.
HAVER UM DEUS APENAS
COMO É BOM IMAGINAR

NÃO É LOUCURA NEM SONHO
ALÉM DE MI HÁ MAIS ALGUÉM
SE JUNTE A QUEM PENSA ASSIM TAMBÉM
QUE ESSE MUNDO VIA SER UM SÓ

IMAGINAR QUE A TERRA
POSSSA SER BEM MELHOR
PRA PERMITIR SEMENTES
SEM DIVIDIR O CHÃO
IMAGINAR A FOME
DANDO LUGAR AO PÃO.

NÃO É LOUCURA NEM SONHO.
ALÉM DE MIM HÁ MAIS ALGUÉM
SE JUNTE A QUEM PESNA ASSIM TAMBÉM
QUE ESSE MUNDO VAI SER UM SÓ.

Crônica: O HOMEM FELIZ.

Autor desconhecido.
Colaboração: Edson Cordeiro.

Narra antiga lenda, que certa vez um rei adoeceu gravemente e à medida que o tempo passava seu estado piorava.

Os médicos tentaram de tudo, mas nada parecia funcionar. Estavam a ponto de perder a esperança quando a velha criada falou: eu sei uma forma de salvar o rei. Se vocês puderem encontrar um homem feliz, tirar-lhe a camisa e vesti-la no rei, ele se recuperará. Ao ouvir tal afirmativa, o rei enviou seus mensageiros a todos os cantos do reino a procura de um homem feliz. Eles cavalgaram por todos os lugares e não encontraram um homem feliz.

Ninguém estava satisfeito; todos tinham uma queixa a fazes.

"Aquele alfaiate estúpido fez as calças muito curtas!" Ouviram um homem rico dizer.
"A comida esta péssima, este cozinheiro não consegue fazer nada direito!" Outro reclamava.
"O que há de errado com os nossos filhos!" Resmungava um pai insatisfeito.
"O teto esta vazando!".
"A situação financeira esta péssima!".
Será que o rei não pode dar um jeito nessa situação?

Essas e outras tantas queixas eram o que os mensageiros do rei ouviram por onde passaram

Se um homem era rico, não tinha o bastante, se não era rico, era culpa de alguém. Se era saudável. Havia uma sogra indesejável em sua vida. Se tiver uma boa sogra, a gripe o estava infelicitando. Enfim, naquele reino todos tinham algo do que reclamar.

O rei já tinha perdido a esperança de ficar bom, quando numa noite, seu filho cavalgava pelos campos e, ao passar perto de uma cabana ouviu alguém dizer:

Estou Feliz! Conclui meu trabalho diário e ajudei meu semelhante. Comi meu alimento, e agora posso deitar-me e dormir em paz. O que mais poderia desejar? – Pensou profundamente...

O príncipe exultou de felicidade por ter, finalmente, encontrado um homem feliz. Retornou e mandou que seus homens fossem ate lá e levassem a camisa do homem ao rei e lhe pagassem o quanto pedisse.

Mas quando os mensageiros do rei entraram na cabana para despir a camisa do homem feliz, descobriram que ele era tão pobre que sequer possuía uma camisa.

A felicidade existe, mesmo que relativa. Independente da situação material, mas sim do equilíbrio e conhecimento de si próprio como força e matéria. É um estado de espírito...

DICAS:

O lixo nosso de cada dia.

Quanto tempo à natureza leva para absorver...

Jornais 2 a 6 semanas.
Embalagens de papel 1 a 4 meses.
Cascas de frutas 3 meses.
Guardanapos 3 meses.
Pontas de cigarro 2 anos.
Fósforo 2 anos.
Chicletes 5 anos.
Náilon 30 a 40 anos.
Latas de alumínio 100 a 500 anos.
Tampas de garrafa 100 a 500 anos
Pilhas 100 a 500 anos
Sacos e copos plásticos 200 a 450 anos.
Garrafas e frascos de vidro/ plástico - tempo indeterminado.

CUIDAR DA NATUREZA É UM DEVER CRISTALINO DE ESPIRITUALIDADE !!!

NOSSA EXPANSÃO

GRUPO JOVEM FRANCISCO IZABEL.

Coordenadoras: Eloá Bacellar,
Rinete Monteiro.

HOMENAGEM.

O Boletim Informativo Nº 193, através do Grupo Jovem homenageia seu patrono, o consolidador do Racionalismo Cristão em Campos, inesquecível Francisco Izabel, que ascendeu ao seu mundo de luz em 03 de fevereiro de 1997.

Seu espirito demonstrava possuir vasto conhecimento no âmbito da espiritualidade, baseado nas suas lições de vida, que sempre nortearam o seu viver, através de uma conduta retilínea. Sendo um espelho para os seus companheiros de doutrina e amigos, suas explanações na Presidência eram de um valor inestimável. Aprendemos o suficiente para caminharmos pelos nossos meios. Amou a doutrina como a sua própria vida.

Jamais esqueceremos suas palavras como doutrinador e na convivência diária, sua alegria, simpatia e amizade.

Contamos sempre com sua irradiação de Espírito Superior a nos dá forca e coragem para lutar.

- Primeira reunião do ano de 2001.

No dia 24 de março p.p., foi realizada o primeiro encontro dos jovens do ano 2001. Contamos com a presença das mães Elizabeth, Alba e Roseli e também do companheiro Edson Cordeiro, pai da jovem Stéphanie.

A coordenadora Eloá, após dá as "boas vindas", abriu a reunião lendo o texto de Artur da Távola: 2001 – novo século – Criar é manter a vida viva.

Após a leitura do texto, foi feito comentário oral do mesmo e em seguida foi formulada a seguinte pergunta:

- Na sua vida pessoal, o que você acha que deve mudar?

Resumo das respostas:

Em seguida foi lido o texto: "Os filhos do sim" – Heloísa Seixas.

Que sugeriu a uma reflexão, quanto à educação de pais que não estabelecem limites aos seus filhos e aí eles mesmos inventaram aquilo que não se pode fazer. Precisaram criar suas próprias impossibilidades.

A jovem Letícia preparou um lindo pote de utilidade com material de sucata, dando demonstração de que já esta desenvolvendo suas potencialidades, seus dons artísticos usando a criatividade.

Parabéns Letícia!
Você representa o futuro da doutrina!
Nós confiamos em você.

No final a coordenadora Eloá aplicou uma técnica interessante de dinâmica de grupo: cada participante encheu bolas de soprar e em seguida todos jogaram para o alto sem deixar cair no chão. À medida que iam jogando, cada um ia pronunciando em voz alta "vamos jogar fora às atitudes e os pensamentos negativos".

"Chô falsidade", mentira, preguiça, timidez, acomodação, desânimo, indisciplina, etc. no final, quem segurou duas bolas venceu.

Após esse momento de recreação, a coordenadora Eloá, ofereceu um saboroso lanche: biscoitos, refrigerantes, suco, sorvetes e uns deliciosos bolo de chocolate.

Foi uma tarde muito agradável.

O companheiro Edson fotografou.
Valeu Edson!
Valeu Eloá!
Os jovens agradecem a atenção e o carinho de vocês.

Pensamentos

"O bom conhecedor do Racionalismo Cristão está sempre desejo de melhorar o seu comportamento, está sempre estudando e buscando novas experiências para agir o mais corretamente possível em todos os lances da vida. O seu modo de proceder, de falar, de travar relações com as outras pessoas é um só e a sua palavra já basta como fiadora da confiança que ele inspira, porque em tudo demonstrou firmeza de caráter, fato que o mantém diligente, operoso e circunspecto nos positivos vislumbres da alma".

Trecho do artigo – Visão Panorâmica da Vida, do capitão Sr. José Rodrigues da Silva – Publicado no Jornal A Razão de março de 2001.

AMIGOS

"Todos as criaturas são capazes de grandes feitos, de atitudes moderadas, de pensamentos inteligentes. Mas quanto ser humano por este mundo afora tem sido capazes de construir em torno de si, um ambiente de paz, justiça e prosperidade? E aqueles que são verdadeiramente inteligentes, honestos e trabalhadores; atraem com seus pensamentos a boa assistência espiritual e, graças a essa postura mental recebem boas intuições, o que lhe fortalece a disposição, à vontade, a coragem de lutar e vencer tão positiva. É a conduta dessas criaturas que surpreendem por seu raciocínio e capacidade, tornando-se naturalmente exemplos de bem viver".

Copiei esse trecho de uma das inúmeras notas que temos lido no nosso jornal A Razão, que foi escrito pelo nosso imortal Luiz de Mattos, para reconhecer o prazer de convivermos com duas criaturas que admiramos muito, os nossos amigos Rinete e Ricardo.

Notamos que todos os militantes do nosso filiado sentem-se honrados de conviverem com esses dois amigos de todas as horas, criaturas que não medem esforços para nos apoiar e aconselhar nas horas difíceis que às vezes passamos.

Continuem assim amigos, porque não só os militantes e sim o nosso Filiado como, também, a nossa Doutrina, o Racionalismo Cristão, ainda espera muito de vocês.

Sabemos e reconhecemos que o nosso querido Francisco de Assis Izabel fez escola e vocês foram alunos muitos além da expectativa.

Um abraço em nome de todos os militantes do nosso Filiado.

Assina: um militante.

VALORIZE O SEU PENSAMENTO

Informes da secretária.

O direito de pensar livremente.

Na declaração Universal dos direitos do homem, aprovada pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 07 de janeiro de 1948.

O artigo 18 diz o seguinte: "todo homem tem o direito à liberdade de pensamento, consciência e religião, esse direito inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença pelo ensino...".

Esse artigo expressa um dos princípios da Doutrina: respeito ao Livre Arbítrio do semelhante. E que devemos dá atenção especial em nossos viver cotidiano.

Companheiros!
Atualizem suas listas de endereços e telefones:

Mercedes Martins Godinho
Rua tem. Coronel Cardoso n.º 873 – Bl. 01 – Apto 501

Elizabeth Henriques Alves Carneiro - telefone – 735.3543

V I S I T A N T E S.

Recebemos sempre com muita alegria as nossas companheiras e amigas Marta Pessanha Izabel Rosa e Selma L. Braga, militantes da Casa Chefe, em nossa Casa, quando vem rever seus familiares, participando das Sessões.

Recebemos mais uma vez, com muita satisfação o Dr. Aírton José do Carmo, no dia 14 de janeiro de 2001 – Domingo – para continuar o acompanhamento ao andamento da Obra da Sede do Racionalismo cristão em Saturnino Braga e passar instruções ao Sr. Sebastião Barroso.

VISITA  À  OUTRAS  CASAS

O companheiro e amigo Roveci Terra participou de Sessões na Casa Racionalista de Macaé.

O nosso estimado Presidente Ricardo Monteiro e dileta esposa Rinete Dias Monteiro participaram das Sessões de 01 de fevereiro e 02 de Fevereiro na Filial de São Gonçalo, Sede da Interventoria do Racionalismo Cristão no Estado do Rio de Janeiro, por ocasião do 2º aniversario de inauguração da nova Sede.

A solenidade foi presidida pelo Ex.mo Sr. Dr. Humberto Machado Rodrigues Presidente Perpétuo e Internacional.

Você sabia:

Ser humilde, não significa ser pobre ou desprovido de bens materiais. A humildade é a grandeza de espírito que independente de sua situação financeira ou de seus belos dotes físicos. Você trata seus irmãos "em essência" da mesma maneira.

AO LONGO DO TEMPO

São cada vez mais rápidas as etapas da trilha evolutiva da humanidade, desde o seu surgimento na terra. O ser humano levou centenas de milhares de anos para conhecer as técnicas agrícolas, dez mil anos para implantar a industria e mais cem anos para chegar a informática. O último século também foi palco de um intenso questionamento de valores e paradigmas, inclusive a participação feminina nos diversos setores da sociedade, conquistada a partir de movimentos que lutaram pela igualdade de diretos e marcaram a presença da mulher, ao lado do homem, como personagem da História.

"PENSE !!!

"O importante não é o que se faz, nem o que se diz. Mas sim o que fica do que se faz e do que se diz

Boletim Informativo destaca as datas importantes e os aniversariantes

Desejamos um feliz aniversário aos aniversariantes dos meses de janeiro, fevereiro, março e abril.

Janeiro.

Dia:

07 / 01 Hilda Henriques.
09 / 01 Maria das Dores N. Siqueira.
10 / 01 Letícia Maciel Sanz Barreto.
14 / 01 Arildo Gomes.
17 / 01 Vilma Ribeiro Azevedo.
20 / 01 Sebastião Barroso.
21 / 01 Simone de A. C. Pedra.
23 / 01 Estela Dias Monteiro.
26 / 01 Juliana Barroso Gonçalves

Fevereiro.

Dia:

01 / 02 Érica Henriques Bacellar.
01 / 02 Luiz Antônio G. de Magalhães.
03 / 02 Inês Rangel Toledo Ribeiro.
07 / 02 Antônio Maciel Pedra.
16 / 02 Zenilce Pereira Carvalho.
16 / 02 José Vaz Rosas.

Março.

Dia:

01 / 03 Cláudia Castro.
02 / 03 Rosângela Silva dos S. Cordeiro.
03 / 03 Adenilson Martins de Almeida.
04 / 03 Sandra Ribeiro de Andrade.
04 / 03 Célia dos Santos Ribeiro.
05 / 03 Maria da Conceição Ritter.
08 / 03 Adeilsa Martins de Almeida.
19 / 03 Domingas da Silva Machado.
24 / 03 Adilça Martins de Almeida.
25 / 03 Nilceia Neves Barreto.
27 / 03 Maria Celi de Carvalho.
31 / 03 Maria da Graça Pessanha Izabel.

Abril.

Dia:

02 / 04 Vinícius Oliveira Vicente.
04 / 04 Edson Esperança Ribeiro.
08 / 04 Nilma M. da Costa.
11 / 04 Erinéa Rodrigues Rangel.
13 / 04 Jorge Sátiro.
13 / 04 Edinea Alves de Oliveira.
15 / 04 Margareth Henriques Alves.
16 / 04 Laerte Monteiro.
16 / 04 Elza Ferreira P. Magalhães.
16 / 04 Hérica Damasceno.
17 / 04 Izabella Maciel Pedra.
18 / 04 Sônia Nunes Pontes.
19 / 04 Maria Abigail Siqueira Joaquim.
19 / 04 Joice Faria Amaral.
22 / 04 Eduardo Barroso.
25 / 04 Amanda Gomes.
27 / 04 Patrick Alves Carneiro.

FIGURAS HISTÓRICAS DO RACIONALISMO CRISTÃO:

03 / 01 / 1860 – Nascimento de Luiz de Mattos.
15 / 01 / 1926 – Desencarnação de Luiz de Mattos
08 / 01 / 1900 – Nascimento de Joaquim Macedo – Presidente fundador do Racionalismo Cristão em Campos RJ.
02 / 02 / 1997 – Desencarnação de Francisco Izabel – Presidente consolidador do Racionalismo Cristão em Campos RJ.
08 / 02 / 1608 - Nascimento de Antônio Vieira.
16 / 04 / 1901 – Nascimento de Maria da Conceição Izabel, mãe de Francisco Izabel e de Iracema Maria Izabel Pedra, e patrona da Associação Cultural da Filial de Campos..

VOCÊ SABIA ?

"Os primeiros números escritos, descobertos até agora, foram usados no Egito antigo e na Mesopotânea a cinco mil anos atrás".
Investigações Matemáticas – Marion Smootley.

NOSSO FUTURO

SALA DA CRIANÇA - PENHA DE SOUZA FRANÇA.

Maria Abigail S. Joaquim
Zenilce Pereira Carvalho.

"A CRIANÇA É UM SER EM CONTINUA EVOLUÇÃO A PROCRUA DE UM CAMINHO QUE NÃO VÊ COM NITIDEZ".
Olga B. C. de Almeida.

Constatamos a veracidade dessa afirmativa, quando observamos as reações das crianças, sua maneira de se expressar e observar o que as apresentamos.

E para tornar real essa idéia, a Criança como um Projeto de Vida, é que o Racionalismo Cristão, tem-se empenhado, atualmente, na profícua gestão Presidencial do Dr. Humberto Machado Rodrigues, para orientar essas almas recém encarnadas, sequiosas de progresso.

Através desse espaço reservado para essa garotada, é que o livrinho Superpositivinho muito tem auxiliado, passando os primeiros itens da disciplina, irradiações, noções de higiene mental, cooperativismo, trabalho ordenado e outras normas de bom viver, que começam a implantar em seu mental, e desta forma vamos construindo um futuro promissor para os nossos infantezinhos.

Para nós que as segundas, quartas e sextas-feiras atendemos com toda dedicação nossas crianças que gostam de estar na sala e esquecem até a hora de ir embora, é um prazer passarmos 60 minutos ouvindo-as e também transmitindo para elas as boas maneiras, disciplina e tranqüilidade.

Freqüentaram a salinha de janeiro a abril - 345 crianças.

Lágrimas

Colaboração: Tânia Márcia Rodrigues de Souza.

"As lágrimas são pequeninas gostas que deslizem pela face sem se sentir, e muitas vezes até contra a vontade, mas que vem aos olhos e transbordam, para refrigério e desafogo de uma alma oprimida que, calada, sofre e guarda só para si o que sente, o que a maltrata e deprime".

Há lágrimas de dor, de vergonha e também de alegria. De dor - chora-se muito mais, porque há sempre magoas, desgostos, sofrimentos que geram esse liquido que inesperadamente brota dos olhos quando somos feridos ou profundamente magoados.

Mas, porque se chora ?

Chora-se, infelizmente, porque o mundo é cheio de surpresas, de ilusões e de maldade, poucas são às vezes que se chorar de alegria.

Ah! Não zombem, jamais, das lágrimas daqueles que vejam chorar, nem julguem piegas aquelas que não sabem controlar os seus sentimentos e os deixam transvazar ! ".

Ao transcrever o texto de Maria Cottas, escrevi só alguns trechos que julguei mais importante.

Grande Maria Cottas ! Como sabe traduzir tão bem os sentimentos !

Com este texto, entendi que apesar de sofrermos e desses sofrimentos advirem às lágrimas, devemos escolher o caminho mais seguro, e se esse caminho nos parece demasiado longo, em vez de fitarmos a distância a percorrermos, devemos examinar as belezas das paisagens.

Ao terminar deixo algumas palavras, como conselho, a todos, principalmente, aos mais jovens:

Não busquem nas tentações da carne o alimento do espírito. Quem anda sobre o lodo se contamina com a lama e com isso as lágrimas virão mais cedo ou mais tarde. Lagrimas de arrependimento para uns e lágrimas de dor para outros.

RACIONALISMO CRISTÃO – FILIAL CAMPOS DOS GOYTACAZES.

NOSSA BASE

Centro de Estudos Joaquim Macedo

Coordenador: Ricardo Monteiro.

- Primeira reunião do ano de 2001.

No dia 31 de março p.p., o coordenador Ricardo abriu a reunião, lembrando as normas de funcionamento do centro de estudos entre os militantes e sua finalidade, que é aprimorar os nossos conhecimentos espirituais para melhor servir a doutrina. E também harmonizar os membros da família Racionalista Cristã de Campos, para que haja união e solidariedade.

O tema solidão foi sugerido pela companheira Adilça que leu o artigo de Heloísa Ferreira da Costa, publicado no jornal A Razão de fevereiro de 2001.

O referido texto nos levou a uma profunda reflexão. "Quem sente solidão é porque ainda não se encontrou, somos a melhor companhia para nós mesmos".

Devemos completar nossas horas de folga com coisa agradável e assumir as nossas responsabilidades, percebendo que as nossas tristezas e alegrias dependem de nós mesmos. O que fizermos Hoje, estaremos definindo o nosso Futuro. Portanto o futuro começa hoje, fazendo tudo da melhor forma possível e termos a consciência do dever cumprido.

Completamos o estudo, lendo e comentando o artigo de Maria Cottas, desilusão, publicada no Jornal a Razão de março de 2001.

Emitiram opinião sobre os artigos, alguns participantes do grupo: Adilça, Edson, Heloísa, Eloá, Antonia, Tânia, Souza, Rinete e Ricardo.

Atuou como moderador o Sr. João Souza.

Resumo: O conceito clássico de solidão define como um estado de uma pessoa solitária, apartado do mundo. A criatura pode estar só e não se sentir na solidão. Como também pode estar no meio de muitas pessoas e sentir na solidão. Portanto solidão é um estado de espirito.

Reflexão:

Devemos cultivar a paz interior utilizando bem o tempo com coisas úteis, principalmente quando se referem ao trabalho no lar, atividades profissionais e, sobretudo na Doutrina.

Às vezes temos motivos de sentir solidão. Como por exemplo: perda de um ente querido, doenças físicas, abalos morais, falsidades, enfim, são inúmeros os sofrimentos que nos levam ao isolamento. Os mais idosos, geralmente sentem esse abatimento, mas pela própria experiência de vida, absorvem e superam melhor o abalo moral. Porém os mais jovens têm mais dificuldades.

Devemos reagir sempre aos momentos de dificuldades. Procurar utilizar os recursos que a doutrina nos oferece, que são: além das indispensáveis Irradiações nos horários certos, mudar alguns hábitos. Ter um lazer saudável, boas leituras, ouvir músicas clássicas, passeio ao ar livre, praticando atividades físicas, realizar um trabalho organizado de qualidade e sentir alegria no viver.

O coordenador encerrou a reunião, evidenciando as sábias palavras do mestre Dr. Humberto Machado Rodrigues, que sempre fala em seus pronunciamentos: "Devemos saber conviver com o difícil gênero humano". Não devemos esperar muito dos nossos semelhante, apenas o razoável, para não sofrer desilusão e enfraquecer o espirito e consequentemente, atrair forças inferiores, que tanto nos prejudicam, transmitindo miasmas deletérios.

Conclusão:

Seguindo as orientações da doutrina, estaremos criando uma barreira contra os ataques invisíveis das forcas inferiores, que acarretam desequilíbrio mental e algumas enfermidades. Teremos calma, tranqüilidade, ânimo forte e uma vontade educada para reagir, reagir sempre a esse estado de alma – solidão.

Como sempre, após a reunião, permanecemos nas dependências da associação Maria Izabel, conversando um pouco e saboreando um pequeno lanche, gentilmente oferecido pelas companheiras.

Estamos felizes em retornar às nossas atividades na associação e com muita alegria e bom humor dizer não a solidão.

"É belo dar quando solicitado. Porém é mais belo dar por haver compreendido".

Kigibizam.

A seguir, o tema: FÉ E RAZAO, tirado do Jornal do Brasil de 15/ 10/ 98, referente à encíclica Fides et Ratio (Fé e Razão); muito importante para todos nós, que estudamos o Racionalismo Cristão, que devemos estar atentos no que esta acontecendo no mundo, principalmente quando se tratando de fatos que comprovam a essência dos ensinamentos do Racionalismo Cristão, que cedo ou mais tarde a humanidade se aportará. O Centro de Estudos Joaquim Macedo estudou e analisou este tema no ano passado. Conforme iniciado no B.I. Nº 193 estamos apresentando na integra.

A encíclica Fides et Ratio (Fé e Razão).

Uma equipe de teólogos filósofos cientistas e religiosos foi mobilizada para preparar o documento com a encíclica do papa João Paulo II, após a mais de 100 anos da encíclica do papa Leão XIII, na relação entre Fé e Razão.

Partindo do principio de que existem questões – Quem sou ? De onde venho ? Para onde vou ?

Que estão além de cultura, nacionalidade, raça ou religião, o papa tanta superar a divisão entre física e metafísica que vem se aprofundando desde a perseguição a Galileu, que em sua época provocou uma cisão histórica, que lhe rendeu um processo, que só agora foi revisto pelo papa, do sempre lembrado cisão entre conhecimento científico e conhecimento metafísico, pois no passado a fé condenou a razão.

O papa tem a intenção de influenciar no comportamento em função do caráter puramente existencial, onde analisa o axioma – conhecer-te a ti mesmo, esse seria o passo número um para se chegar à verdade, acredita o Papa.

A encíclica é composta de :

Capitulo 1 - trata da "revelação da sabedoria de Deus, de Jesus revelador do pai e da razão perante o mistério".
Capitulo 2 – trata "sabedoria que sabe e compreende todos as coisas" e a aquisição da sabedoria e da inteligência.
Capitulo 3 - trata "o caminhar à procura da verdade" e "os diferentes rostos da verdade do homem
Capitulo 4 - é dedicado a "fé e razão".
Capitulo 5 - aborda as intervenções do magistério religioso em matéria filosófica.
Capitulo 6 e 7 - analisa a interação da teologia com a filosofia, as exigências irrenunciáveis da palavra de Deus e as tarefas atuais do trabalho filosófico.

- Segundo o filósofo Ephraim Alves, a razão atualmente condena a fé, conforme no passado à fé condenou a razão e afirma mais que "no entanto, o conhecimento que se tem pela fé é limitado, assim como a ciência não explica tudo".

- Segundo o físico Francisco Antônio Doria, "o conceito de deus que as religiões institucionalizadas apresentam é modesto demais para a complexidade do universo".

- O especialista em história da ciência, Saul Fucs realça que ante de entrar na discussão é preciso saber de qual Deus se esta falando. "Existe a fé no Deus dogmático e transcendente, das escrituras, e o Deus dos filósofos, o velho Logus grego. Einstein, por exemplo, acreditava neste deus imanente, que pode ser descrito como a harmonia fundamental do universo".

No concilio Vaticano I, sob as ordens do papa Pio IX, já havia elaborado um documento defendendo a capacidade da razão de provar a existência de Deus. O que, no entanto, ainda está longe de acontecer.

- Segundo o teólogo dom Estevão Bittencourt: "foi uma reação contra o fideísmo, à crença de que a fé dispensa o apoio da razão, algo que pode levar ao fundamentalismo. Mas também uma reação contra o racionalismo, que só aceita o que a razão pode demonstrar". Já na versão do atual Papa – ele diz que o Papa João Paulo II que demonstrar com a encíclica é que há dois canais para responder às perguntas fundamentais do ser humano: "o primeiro é a razão, que a igreja reconhece ser capaz de atingir a verdade objetiva e chegar até o transcendente", explica: "todavia, a própria razão humana sabe que não é capaz de abarcar toda a verdade. E ela que indica as verdades da fé, o segundo canal. Essa fé não dever ser cega, mas um ato de inteligência".

- O físico Luiz Pinguelli Rosa acredita que o dialogo proposto pelo papa nunca deixou de existir, pelo menos a nível individual. "Nada impede que um cientista acredite em Deus", afirma "a ciência não é todo poderosa" e mais, "sobre o que existia antes do Big Bang, por exemplo, ela não sabe nada", comenta: "só não da para fazer um cientista acreditar em Adão e Eva, a não ser como parábola, ou que uma virgem concebeu um bebê. Isso não dá".

O companheiro Edson Cordeiro fez o resumo do texto, acima, e após a leitura, concluímos que a Doutrina Racionalismo Cristão como Ciência e Filosofia, está muito além das Religiões.

O Papa pretendeu nesse documento explicar assuntos religiosos à luz da ciência. E as descobertas cientificas de associar aos conceitos do "Deus", mas não um "Deus" corpóreo como apresentado pelas religiões e sim um "Deus" dos filósofos como essência "O velho logus".

(definição de Logus – Deus na filosófica de Platão – Deus como fonte das idéias)

Foi muito importante essa atitude do Papa de chamar para um diálogo os cientistas, numa tentativa de conciliar a chamada "Fé e Razão".

Como nada acontece por acaso, chegou a hora do despertar para a Verdade. Talvez o chefe da igreja católica esteja sendo intuído pelos Espíritos do Astral Superior para tomar essa atitude. Ser um agente da Paz, um conciliador, um diplomata, apesar de manter conceitos místicos e dogmáticos.

Foi bastante proveitoso esse estudo.

"Ninguém avança sozinho em sua aprendizagem. A cooperação é fundamental".
Freinet.

RACIONALISMO CRISTÃO.

Gastão d’Auriol Júnior.

A doutrina do Racionalismo Cristão foi estabelecida inicialmente no espaço superior sob o comando do grande Padre Antônio Vieira, o qual escolhera para a sua implantação no planeta terra, dois espíritos superiores que foram Luiz José de Mattos e Luiz Alves Thomaz, e a pátria escolhida para o berço da doutrina de Cristo, foi o Brasil.

Assim, decidida à questão, Luiz de Mattos e Luiz Thomaz fundaram em 1910 na cidade de Santos SP a primeira cada Racionalista a qual inicialmente se chamara "Centro de Fé, Amor e Caridade" tempos depois houvera uma mudança de nome – Centro Espirita Redentor, e mais tarde Racionalismo Cristão.

Racionalismo Cristão é uma doutrina liberal, não se persegue nenhuma religião, seita ou credo, respeitamos o livre arbítrio de todos não temos discriminações de quem quer que seja, negros, brancos, amarelos, ricos, pobres, nobres ou plebeus, não se pede nada a ninguém, pois a doutrina nascera independente financeiramente, não perguntamos aos assistentes de onde veio, o que viera fazer ou para aonde vai, a nos Racionalistas, não nos interessa a situação de ninguém no plano material.

Assim não temos dízimos do senhor, esmolas para os pobres, sacolas ou outros artifícios quaisquer para angariação do vil metal, não perguntamos se o assistente é católico, batista, protestantes, ou outra religião qualquer, não pedimos nada a ninguém, damos apenas os esclarecimentos deixados por Jesus – O Cristo, obedecemos ao lema: fazer o bem sem olhar a quem...

Todavia, aquele que nada pede a ninguém, apenas oferece esclarecimentos indispensáveis a vida da criatura humana, tem o direito de falar apenas a verdade, e no Racionalismo Cristão somente se fala a verdade, doa a quem doer, fira a quem ferir, não prometemos nada a ninguém, não temos milagres, não oferecemos perdão, salvação e outras mesmice tão em voga nas religiões organizadas.

Entretanto, somente pode-se falar a verdade àqueles que não vivem, dos haveres alheios, do vil metal arrebanhado dos ignorantes da verdade, por isso o Racionalismo diz apenas a verdade aos freqüentadores de suas Casas disseminadas pelo Brasil e estrangeiro, são mais de 200 casas Racionalistas Cristãs.

As criaturas quando chega a doutrina do Racionalismo Cristão pela primeira vez, sentem um certo abalo íntimo, entre aquilo que aprendera nas religiões e aquilo que acabara de tomar conhecimento numa sessão pública do Racionalismo Cristão. Inicialmente sentem um grande choque íntimo de ficar sabendo das verdades acerca do procedimento cotidiano dos seres, pois vivera tanto e tanto anos ouvindo apenas mentiras. A tarefa de esclarecimento da humanidade pelo Racionalismo Cristão é árdua, mas com o passar do tempo tudo se resolverá, e a verdade finalmente vencerá sobre as mentiras em que tanta gente se apóia.

Você sabia.

Que o petróleo já foi chamado de azeite, óleo de Sêneca, asfalto, piche de Trinidad, bréia, óleo de Medéia, alcatrão, óleo de Rangum, betume, múmia, nafta, resina, pez de Barbados, nafta da Pérsia.

A NOSSA NOVA CASA RACIONALISTA.

João Ribeiro de Souza.

Como foi prometido, aqui estamos a lhes informar sobre o andamento da Obra da nossa nova Casa Racionalista em Saturnino Braga.

Usando uma frase do nosso saudoso e querido amigo Francisco Izabel _ "A Obra esta caminhando a passos largos".

Graças ao empenho dos responsáveis pelos trabalhos. Ao amigo Dr. Aírton José do Carmo, engenheiro responsável pela obra, que não mede esforços para se deslocar, dizer presente quando é preciso, apesar dos seus inúmeros afazeres à frente de duas Casas Racionalista, em Itaperuna RJ e Muriaé MG e, dando assistência a muitas outras.

Também a figura quase que anônima, porque só é conhecido pelos que lá trabalham, do nosso querido amigo e vizinho da obra o Sr. Ranulfo, uma criatura que apesar do seu estado de saúde, não mede esforços para servir e ajudar no que for preciso a família Damasceno, tendo a frente a companheira Donice, que não precisamos acrescentar mais nada quanto a sua boa vontade e empenho.

A obra já terminou a 2º parte já que a laje foi colocada, faltando somente à parte elétrica e hidráulica, sendo responsáveis por estas, os companheiros Edson e Paulo.

O acabamento é responsabilidade de dois companheiros que desde o inicio da obra até a data presente, deslocam-se cerca de 30 quilômetros, sem condução própria, não faltando um dia sequer, tanto na obra como nas Sessões do nosso Filiado em Campos.

Às vezes reparamos nos seus físicos cansados, mas reparamos também que no fundo os seus espíritos estão alegres, felizes. Quando lhes perguntamos sobre a obra respondem na sua simplicidade – "VAI BEM".

Esses dois companheiros são o Sr. Sebastião e o Eduardo (pai e filho).

Em nome de todos os companheiros digo: Muito obrigado Amigos, pelas lições que nos tem ensinado.

É NECESSÁRIO E ÚTIL...

ANTONIO GOMES RANGEL.

A todo ser humano que porventura esteja necessitando recorrer a alguma ajuda em forma de lenitivo, para suavizar e amenizar os sofrimentos oriundos de circunstâncias, provenientes de nosso viver terreno. É necessário e oportuno que saibamos, sempre na medida do possível, colocar nosso pensamento a serviço de uma vontade, bem direcionada, para estes anseios ensejando com ardor, determinação e desprendimento, na obtenção destes significativos propósitos a serem encarados com muita seriedade nos momentos mais difíceis que julgarmos necessários.

Para conseguirmos com exatidão, todo o sucesso almejado, o mestre recomenda através deste aconselhamento, que se faça com isenção de ânimo e avidez de sentidos, o seguinte procedimento: Quando vós se vires fraquejar, que perceberes que se abata a vossa vontade e que o desânimo tenta envolvê-lo; levantai bem alto o pensamento, desprendei-vos de tudo o que na terra possa perturbar e procurai dentro de vós mesmo, a serenidade, a paz e a conformação de que careceis para enfrentar e suportar com dignidade e ânimo forte, as vicissitudes que a própria vida está a nos oferecer.

A vontade consciente é fortalecida por exercícios constantes, constitui-se numa força inquebrantável de mais alto poder de ação. É pena que as criaturas não tenham sempre presente esta grande verdade a seu alcance.

De posse destes ensinamentos, obteremos todo o êxito desejado em nossos empreendimentos, encetados com muita dedicação e desprendimento, com a preocupação constante ensejada a todos os nossos semelhantes, como a nós mesmo, também, gostaríamos de merecer, fazendo jus a tais obtenções, no devido tempo, desde que para isto soubermos cumprir, a risca, estas determinações, impostas a nós mesmo com este desiderato, pela satisfação intima do dever consumado, na íntegra e com consciência - primar por estes objetivos, quais sejam, direcionar nossas rotas mediante uma bússola norteada, visando deslumbrar novos horizontes pela conquista e realização de novos empreendimentos em mundos mais diafanizados, onde nos permitam, livres de contingências, continuarmos caminhando a passos largos em direção ao Poder Maior. Desfrutar da plenitude desta sabedoria máxima que representa ser a supremacia da inteligência universal ou natureza mãe, transcendental, dotada de todos os poderes absolutos, e nós, suas partículas, como parte integrante que somos desta mesma fonte originária, através dos caminhos necessários e úteis a verdadeira evolução espiritual.

PENSAMENTO:

"O ser humano não deve manter relações sociais com quem não sentir afinidades. Com aqueles que não sente empatia deve ter o mínimo de relacionamento possível".

Trecho da doutrinação de Francisco Izabel, dada em Sessão Especial na Casa Chefe, de 26 / 03 / 98.

Casas Racionalistas – presidi-las é um mister espontâneo.
Edson Cordeiro.

Nesta fase expansionista, a doutrina vem caminhando e formando criaturas para a disseminação desta grande causa. Isso feito com muito cuidado e desprendimento voluntário de militantes que externam conhecimento da doutrina.

São oportunidades que podemos praticar o nosso potencial latente, que a todo espirito é inerente. Na historia da doutrina, surgiram, por motivos diversos, presidentes que tiveram o encargo de assumirem a batuta para evitar as soluções de continuidade, outros por indicações e os que se preparam e que naturalmente assumiram.

Aconteceram e acontecem o desenvolvimento de companheiros na presidência das Casas Racionalistas, em Sessões Públicas e Particulares, a fim de dar condições a um rodízio nas dissertações, que a meu ver é salutar e necessário.

Mas o que me faz externar este pensar – é que a Doutrina Racionalista Cristã é uma doutrina dinâmica por excelência, o seu dinamismo faz com que forças latentes se manifestem de diversas formas para engrandecer o ambiente e a formação das correntes, e ainda, como nos é sentido, nos momentos de presidir, a responsabilidade, que naturalmente, aos poucos vamos nos intuindo através das Forças Superiores e sendo útil a doutrina.

Mas, isto é um mister no sentido de ocupação e necessidade ímpar para a Doutrina, pois é um dos encargos da doutrina que requer o exercício constante de várias faculdades espirituais como a paciência, valor, determinação, pensamento forte, raciocínio, controle do livre arbítrio e respeito aos princípios e diretrizes disciplinares.

Após ter passado, quatro sessões, presidindo, sinto crescer em mim, à vontade de preparar-me para servir mais e mais; estando atualizado e com conhecimento suficiente para fazer as dissertações e ajudar a humanidade no entendimento da verdadeira essência de nossa doutrina.

Sabemos que a doutrina é perfeita, mas a comunicação e entendimento do homem, ainda carecem de quebra de tabus, que aos poucos os ensinamentos Racionalistas vão vencendo.

Dentre muitas frase que ouvi de meu pai, como :

A DOUTRINA CARECE DE MATERIAL HUMANO,
ESTUDE E RESERVE UM TEMPO PARA IR AO RACIONALISMO,
CRIANÇA REBELDE, PRECISA OUVIR BOAS PALAVRAS, COM CALMA, MESMO QUE ELA DEMONSTRE QUE NÃO ESTA OUVINDO, MAS FICARÁ GRAVADO EM SEU MENTAL, PARA MAIS CEDO OU MAIS TARDE, O RESULTADO SERÁ FAVORAVEL. Dentre tantas outras, me fez impulsionar e incentivar para até aqui chegar.

Dentro destes ensinamentos e orientações que eu aprendi, ainda pequenino, a conhecer a doutrina, depois, ainda jovem, lendo os livros da doutrina, voluntariamente, para então pedir a inclusão ao nosso Presidente Francisco Izabel.

Dentro da doutrina, aprendemos sempre coisas novas em todas as sessões, no centro de estudo e sessões de leituras, que são momentos que podemos tirar as dúvidas, dúvidas estas, que são como interpretar e entender o que está a luz da razão e, neste convívio fraterno nossos conhecimentos devem ser trocados e corrigidos para o bem, com a orientação e coordenação de nosso dinâmico presidente RICARDO MONTEIRO.

AVANTE COMPANHEIROS !!!

O RACIONALISMO CRISTÃO NA INTERNET

SE POSSIVEL VISITE O NOSSO SITE:  http://www.racionalismo-cristao.org.br

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo