Não se deve criar fantasias 
na cabeça das crianças

Ontem meu coração se partiu quando meu filho de três anos estava muito quietinho e eu perguntei em que estava pensando e ele disse para mim: Estou pensando no papai do céu para trazer meu papai de volta. Uma criança de três anos que não sabe nem falar direito sentindo e sofrendo esta situação! Por quê?


Seu filhinho apenas está repetindo o que ouve você mesma falar. Não se deve fantasiar a cabeça de crianças com idéias de um "papai do céu", protetor e solucionador de problemas. Estes, quase sempre, são frutos do mau uso de nosso livre-arbítrio e nós mesmos é que temos de resolvê-los. E para resolvê-los, dispomos de recursos espirituais, nossas únicas, mas poderosas, armas. Qualquer problema deve ser encarado com coragem, determinação de solucioná-lo, à custa de nosso próprio trabalho. É isso que devemos ensinar aos nossos filhos, para que eles cresçam sem ilusões, fortes, dispostos para a luta das conquistas, e nunca um fraco pedinchão de proteção ou privilégios de um suposto "pai celestial". Procure ler os capítulos "As mães" e "Os filhos", do livro A felicidade existe, disponível gratuitamente nos sites do Racionalismo Cristão. São curtos, mas ricos de ensinamentos. Estamos certos de que você vai gostar.

De "Criar Fantasias" para a página "Família"

De "Criar Fantasias" para a página "Perguntas-Respostas"

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved